como saber se estou com febre

Como saber se estou com febre? Aprenda a identificar os sintomas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
clock (1)
5 min.

Por ser uma resposta de defesa do corpo, a febre pode ser considerada um sintoma de diversas alterações no estado de saúde de um paciente. Por isso, é muito comum surgirem dúvidas e algumas pessoas se perguntarem: “como saber se estou com febre?”

Desse modo, é muito importante aprender a identificar os sinais de febre, para que, mesmo em situações de emergência, em que você não possua um termômetro à disposição, seja possível realizar os cuidados necessários.

O que causa a febre?

Como vimos, a febre se trata de uma reação do nosso próprio organismo. “A febre aumenta a temperatura do corpo na tentativa de melhorar o desempenho das células para se livrar rapidamente do ser estranho”, explica o médico Felipe Folco.

Sendo assim, a febre é um grande sinal de que sua saúde pode estar comprometida. “Em alguns casos, essa ação pode não ser suficiente para deter o invasor, gerando uma infecção, que pode ser leve ou grave, dependendo da potência da doença e da imunidade do paciente”, acrescenta o médico.

Como identificar a febre?

A maneira mais eficaz de identificar a febre é utilizando um termômetro de temperatura, que pode ser facilmente encontrado nas farmácias. Mas e “como saber se estou com febre se não tenho termômetro”? Apesar de não ser o ideal, por ter uma precisão média, é possível verificar sem um termômetro.

Caso não haja acesso ao equipamento e tenha a necessidade de esclarecer com urgência o estado do indivíduo, é possível verificar a condição por meio dos sintomas da febre, como dor de cabeça, calafrios, indisposição e temperatura corporal elevada.

Lembrando que eles vão permitir que você saiba se é febre em casos de emergência, mas não o nível em que ela se encontra, algo identificado apenas com o uso do termômetro.

Febre interna

Afinal, “como saber se estou com febre interna”? Neste caso, apesar da pessoa sentir os mesmos sintomas da febre comum, como dor de cabeça, mal-estar e calafrios, ela não apresenta mudança de temperatura.

Não existem comprovações científicas para a existência da febre interna, entretanto, especialistas acreditam que a causa principal desses sintomas seja o fator emocional. Portanto, para identificar e tratar esses sinais, é preciso procurar ajuda médica.

Quais são os principais sintomas de febre?

Aposto que você deve estar se perguntando: “como saber se estou com febre sem termômetro?” Isso pode ser feito aprendendo a reconhecer os sintomas. Confira quais são eles abaixo:

Temperatura elevada

Um dos modos de identificar se o sujeito está com febre é verificando a temperatura. Se a pessoa se encontra em um ambiente sem grandes variações térmicas e, mesmo assim, apresenta quentura na pele, este pode ser um sinal de febre.

Para medir, você pode colocar as mãos na testa ou no pescoço da pessoa. Caso você precise identificar em si mesmo, peça a ajuda de outro indivíduo.

Indisposição e mobilidade reduzida

Na febre é muito comum o paciente apresentar cansaço para se levantar e indisposição. A fraqueza e a lentidão de movimentos, assim como a dificuldade de concentração para ouvir e entender os outros, podem ser um alerta de febre.

Calafrios e tremor

Se a pessoa sente calafrios ou treme de frio mesmo em um ambiente ameno, pode estar com febre. Devido à alta temperatura interna, o paciente pode também alterar seu estado variando entre sentir muito frio e muito calor.

Agitação

Ficar se movimentando rapidamente ou se debatendo na cama, pode indicar a evolução da febre e, até mesmo, um estado de convulsão pelo aumento da temperatura corporal. Por isso, se o paciente ficar constantemente agitado, procure ajuda médica.

Como identificar o nível da febre

Para entender melhor qual o estado do paciente, é preciso verificar se ele está febril ou em febre, algo que pode ser analisado com o auxílio de um termômetro. No caso febril, a pessoa pode ou não apresentar os sintomas e sua temperatura oscila de 37,4ºC até 38ºC. Nessa fase, é importante monitorar o nível de calor do corpo.

“Portanto, caracteriza-se como febre quando o paciente apresenta a partir de 38,1ºC no termômetro até 38,9ºC. Passando disso, ele pode se encontrar em febre alta (até 39,9ºC) ou hipertermia — aumento extremo de temperatura — (a partir de 40ºC)”, afirma o médico Felipe Folco.

Agora que você já aprendeu a identificar a febre, mantenha-se sempre alerta e cuide de sua saúde. Para isso, conte com a ajuda da Comigo Saúde, que permite você encontrar exames de qualidade pelo menor preço.

Aproveite a economia e a praticidade de agendar seu exame on-line que só a Comigo Saúde oferece!

*Texto revisado pelo Médico Dr Felipe Folco CRM 100694

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Baixe nossos
materiais exclusivos

e tenha acesso a conteúdos sobre

Baixe nossos materiais exclusivos e tenha acesso a conteúdos sobre

saúde e bem estar

Receba nossos conteúdos gratuitamente.
Toda semana enviamos diretamente na sua caixa de email dicas de saúde, bem estar e descontos.

Também detestamos spam!

POSTS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nossos conteúdos gratuitamente.
Toda semana enviamos diretamente na sua caixa de email dicas de saúde, bem estar e descontos.

Também detestamos spam!

Baixe nossos
materiais exclusivos

e tenha acesso a conteúdos sobre

Baixe nossos materiais exclusivos e tenha acesso a conteúdos sobre

saúde e bem estar